Jorge e Mateus
Compartilhar

História da dupla Jorge e Mateus

Você sabia que Jorge era professor e que Mateus torce pelo Flamengo?

A dupla Jorge e Mateusque comemorou 10 anos de estrada em 2015, é considerada atualmente, uma das melhores da nova geração do sertanejo no país.

Oriundos de Itumbiara, cidade que fica no sul de Goiás, a dupla teve seu talento descoberto quando ainda estavam na escola, onde ambos fizeram suas primeiras apresentações, conquistando, já naquela época, os alunos e professores.

História da dupla Jorge e Mateus

Foto: Reprodução

História da dupla Jorge e Mateus

Jorge Alves Barcelos, que tem 33 anos e estudou no Colégio Estadual Emília Maria Guimarães, era uma criança feliz e com facilidade para aprender, se destacava por ser um excelente aluno, já que suas notas variavam entre nove e dez. Segundo a professora Márcia Alvarenga Rodrigues Martins, ele surpreendeu a todos ao participar de uma dinâmica de classe em que teria que mostrar algo de seu interesse. “Nessa oportunidade, o Jorge se ofereceu para cantar e foi muito bem. As crianças gostaram muito, aplaudiram de forma bem calorosa”, contou.

História da dupla Jorge e Mateus

Foto: Reprodução

Depois de se formar no ensino médio, Jorge ainda deu aula de história e geografia na mesma escola e como professor. O artista usava o seu dom para envolver os alunos. “Tinha vez que ele levava violão, fazia roda dentro da sala ou às vezes no pátio e cantava. A gente sempre pedia para ele cantar algumas músicas e ele atendia. É muito bom ver que ele está onde ele está hoje. Eu tenho muito orgulho de chegar em algum lugar e falar que ele morava lá em Itumbiara”, disse Jaciele Rodrigues Faria, ex-aluna do músico.

História da dupla Jorge e Mateus

Foto: Reprodução

Mateus Pedro Liduário de Oliveira, de 29 anos, estudou em outra escola, o Colégio de Aplicação Ulbra e assim como Jorge, também foi um ótimo aluno, com notas acima da média.

A diretora Lorraine Rosa Leal lembra que Mateus costumava ter muitos amigos e sempre ia para a aula com a camisa do time preferido, o Flamengo.

História da dupla Jorge e Mateus

Foto: Reprodução

Ela contou ainda que sempre que tinha algum festival de música no colégio ele gostava de participar e ficava entre os primeiros lugares. “Quando o assunto era música, aí o Mateus estava sempre integrado, procurando participar da forma tranquila dele. A mãe dele é uma excelente tocadora de violão, então, ele teve de onde puxar”, disse.

Assista abaixo a reportagem completa, feita pela TV Anhanguera.

Por: Ricardo P. com informações da TV Anhanguera

Seja o primeiro a comentar

Os comentários aqui postados são de inteira responsabilidade dos seus autores, não havendo nenhum vínculo de opinião com a redação da Equipe Sertanejo Oficial